O presidente francês, François Hollande, e o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, defenderam esta segunda-feira em Paris políticas orçamentais "flexíveis" acompanhadas de "reformas estruturais" para impulsionar o crescimento. Uma mensagem que pretendem levar à cimeira do G7.

O crescimento "recomeçou na Europa, mas ainda a um ritmo insuficiente", afirmou Hollande, após uma reunião com o primeiro-ministro japonês. O presidente francês acrescentou que a nível mundial surgem "sinais contraditórios".

"Devemos, neste contexto, exprimir a nossa confiança na economia mundial e apoiar o investimento em diferentes formas", indicou Hollande.