A oposição venezuelana anunciou hoje estar a preparar uma resposta "contundente" à decisão do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) de estabelecer limitações aos poderes da Assembleia Nacional (AN, parlamento) cuja maioria é adversária do Presidente Nicolás Maduro.

"Ainda que, em termos gerais, isto não seja uma surpresa, a dimensão da parte narrativa, que é muito volumosa, e da (parte) dispositiva, que é muito mais concreta, merece uma resposta bem pensada", disse o presidente do parlamento aos jornalistas.

Segundo Henry Ramos Allup, a resposta deverá ser dada "em um par de dias" e "em breves termos".