Dois homens armados entraram, esta quarta-feira, na sede do partido AK, na Turquia, num subúrbio de Istambul, avança a agência Dogan, citada pela Reuters.

Segundo a agência local, a polícia isolou a estrada em frente ao edifício no distrito de Kartal. Num vídeo disponibilizado no site, é possível ver vários carros da polícia frente ao edifício. 

O jornal BGN News revela que os dois homens foram detidos depois da polícia entrar no edifício. Segundo a imprensa internacional, os suspeitos obrigaram as pessoas que se encontravam na sede a abandonar o edifício antes de subirem ao sétimo andar, onde partiram várias janelas e penduraram uma bandeira turca.
 
Os homens fizeram vários discursos da janelas - cujo conteúdo ainda não foi apurado - para as pessoas que se encontravam perto do edifício.
 
O ataque acontece um dia depois de militantes de esquerda terem feito refém um procurador num tribunal da cidadeMehmet Selim Kiraz foi feito refém durante a tarde e acabou baleado três vezes na cabeça e duas no corpo. Ainda foi transportado para um hospital, mas acabou por morrer.  Os dois sequestradores da Frente Partidária de Libertação do Povo Revolucionário (DHKP-C, na sigla em turco) foram mortos quando a polícia entrou no tribunal de Istambul.