O presidente dos Estados Unidos (EUA) classificou, esta terça-feira, o regime iraniano de “brutal e corrupto”. Foi através de uma publicação no Twitter, Donald Trump acusou o regime do Irão de canalizar para o terrorismo e 2para os próprios bolsos” todo o dinheiro que “o presidente Obama de forma tola lhes deu”.

Já na segunda-feira, também através do Twitter, o presidente Donald Trump tinha atacado o regime paquistanês, acusando-o de “mentiras e enganos” e de fazer todos os seus antecessores à frente dos destinos dos EUA de “tolos”, não controlando de forma eficiente os seus militantes radicais islâmicos.

Os Estados Unidos, de forma tola, deram ao Paquistão mais de 33 mil milhões de dólares em ajudas, nos últimos 15 anos. Ele não nos devolveram nada mais do que mentiras e enganos, fazendo os nossos líderes de parvos. Eles deram abrigo a terroristas que nós procurávamos no Afeganistão. Não contem mais connosco!”.

 

Esta provocação de Donald Trump ao regime paquistanês não ficou sem resposta. Vários responsáveis paquistaneses, incluindo o ministro dos negócios estrangeiros Khawaja Asif, deixaram claro, também através do Twitter, que o país sabe distinguir perfeitamente “a diferença entre factos e ficção”.