Em 2014, entraram mais de 276 mil imigrantes ilegais na União Europeia. Este número traduz um aumento de 138% face ao ano anterior, segundo Dimitris Avramopoulos, comissário Europeu para a Migração.

Do número total, 207 mil entraram pelo Mediterrâneo de forma irregular, referiu o Comissário num debate no Parlamento Europeu sobre recentes tragédias de barcos com imigrantes ao largo de Itália.

«Desde setembro mais de 12 destes barcos chegaram à Europa» o que revela que «os traficantes encontram novas rotas e aplicam novos métodos». Em declarações à France Press, Dimitris Avramopoulos acrescentou ainda que «os conflitos à nossa volta geram um fluxo constante de refugiados na Europa» que irão «continuar se não for tomada uma ação decisiva e coordenada da União Europeia».

Para o comissário, a União Europeia deve fortalecer os mecanismos de recolha e troca de informações sobre as atividades dos traficantes e tornar «mais eficazes os seus instrumentos jurídicos».