«A Líbia precisa de um Estado unido e eficaz, e caso contrário reinará o caos.»




«O terrorismo, os fluxos migratórios sem controlo, a estabilidade regional: um Governo de unidade na Líbia será vital para fazer frente a estes temas», insistiu a diplomata italiana.