A queda de uma barreira de um depósito de resíduos no interior do estado brasileiro de Minas Gerais provocou vários mortos e desaparecidos. O incidente ocorreu num complexo mineiro de Mariana, que fica a 124 quilómetros de Belo Horizonte, segundo a imprensa local. O Hospital de Mariana confirmou uma morte, mas segundo o G1, o Sindicato de Trabalhadores diz que há entre 15 e 16 mortos.

As imagens dos media brasileiros mostram um cenário devastador em Bento Rodrigues, que tem cerca de 2.000 habitantes: a lama e os dejetos inundaram por completo as ruas e as casas.

O site G1 avança que o incidente provocou entre 15 e 16 mortos e 45 desaparecidos, citando o Sindicato de Trabalhadores da Indústria de Extração de Ferro e Metais de Mariana. O Hospital de Mariana confirmou, até ao momento, uma vítima mortal. De acordo com os residentes da região há várias pessoas soterradas.
 
O Corpo de Bombeiros do estado de Minas Gerais sublinhou que foram destacadas várias equipas para o local, mas evitaram confirmar o número de vítimas e possíveis feridos e desaparecidos.

O autarca de Mariana informou que o distrito está a ser evacuado devido ao perigo de novos deslizamentos de terra.

O secretário da Defesa Social de Mariana, Brás Azevedo, qualificou a situação de “extremamente grave”.

O depósito de resíduos do complexo industrial, misturado com água, é conhecido como Barragem do Fundão, pertence à empresa Samarco e está localizado a 25 quilómetros da zona urbana de Mariana, uma das cidades históricas de Minas Gerais.