«No final de cada ano, quando é feito o acerto, o Fisco devolve aos contribuintes o que tiver retido a mais. Mas entretanto muitas famílias são obrigadas a viver mensalmente com menos dinheiro disponível do que deviam», acrescenta a responsável.