A economia grega contraiu 0,4% no primeiro trimestre, face ao período precedente, e 1,3% face ao homólogo de 2015, anunciou a agência de estatística grega, Elstat.

Em 2015, depois de seis anos de recessão, a Grécia tinha registado dois trimestres de crescimento antes do Governo de Atenas decretar em 29 de junho controlos de capitais, que ainda continuam em vigor.

Apesar de tanto Atenas como os credores preverem para 2015 uma recessão de 1,3%, o ano terminou com um crescimento nulo, graças ao crescimento dos dois primeiros e quarto trimestres.