Costa Freire demite-se da presidência da Glintt

Até agora presidente da comissão executiva não divulgou motivos da sua saída. Mira Godinho é o novo presidente

Por: Redação / RL    |   28 de Dezembro de 2010 às 19:51
A Glintt anunciou esta tarde ao mercado que, na reunião do conselho de administração, o presidente da comissão executiva, Fernando Costa Freire, divulgou a sua saída do cargo, sem esclarecer os motivos.

«Na reunião desta manhã do Conselho de Administração da Sociedade, o Eng. Fernando da Costa Freire apresentou a sua renúncia aos cargos de Presidente da Comissão Executiva e Vogal do Conselho de Administração da Glintt; Na mesma reunião, o Dr. Armando Reis apresentou a sua renúncia aos cargos de Vogal do Conselho de Administração e da Comissão Executiva da Glintt», lê-se no comunicado enviado pela tecnológica à CMVM.

Assim, «o Conselho de Administração da Glintt deliberou de seguida cooptar para seus Vogais, o Eng. Luis Gameiro da Silva e o Dr. Alexandre Gomes até ao termo do mandato em curso (2008-2010)», continua o comunicado.

Os novos administradores, que «iniciarão as suas funções no próximo dia 1 de Janeiro de 2011, são o presidente, Manuel Mira Godinho e os vogais Alexandre Gomes e Luis Gameiro da Silva», sendo que «o Conselho de Administração pondera, ainda, a integração de um quarto elemento na Comissão Executiva, a designar posteriormente».
Partilhar
EM BAIXO: Leasing
Leasing
COMENTÁRIOS

PUB
Sobretaxa teria sido devolvida se já houvesse crédito fiscal

Paulo Núncio diz que se o crédito fiscal que poderá devolver a sobretaxa tivesse sido introduzido em 2013 e em 2014 os contribuintes teriam recebido a totalidade do imposto pago nos anos anteriores. Isto porque, explicou o governante, o aumento da receita fiscal em IVA e em IRS que «superou o objetivo na ordem dos 1.200 milhões de euros». Assim, como a receita da sobretaxa é estimada em 760 milhões de euros, «se (a medida) estivesse em vigor em 2013, os contribuintes teriam recebido a totalidade da sobretaxa em 2014»