A melhor forma que os deputados da Geórgia arranjaram para resolver as suas divergências políticas foi partir para a violência. As cenas de pancadaria no Parlamento daquele país estão registadas em vídeo e pelo menos três deputados ficaram feridos.

Na sequência do debate sobre a composição das delegações em instituições internacionais, os deputados da maioria e da oposição não se conseguiram entender e as agressões começaram logo a seguir, quando uma deputada sugeriu que um dos dois partidos da coligação tivesse um número de representantes mais reduzido.

A resposta traduziu-se numa linguagem mais musculada e sessão parlamentar terminou, assim, à pancada. Isto poucos dias depois de o Parlamento Europeu ter ratificado o acordo de associação entre os 28 e a Geórgia, assinado em junho, prevendo o reforço das relações políticas, económicas e comerciais entre ambas as partes.

O Parlamento Europeu chegou até a elogiar recentemente as reformas que o país está a concretizar em prol da democracia. A imagem da Geórgia fica agora manchada com esta cena de violência. 

A Geórgia não é caso único. Também na Ucrânia, por mais do que uma vez, os deputados também se pegaram, bem como na Macedónia.