A Volkswagen AG chegou a acordo com um dos fornecedores de peças depois da negociação se ter prolongado pela noite dentro. O acordo põe fim a uma disputa de seis dias que obrigou à interrupção da produção de carros Golf e Passat devido à escassez de componentes de assentos e transmissão.

Agora, o Prevent Group irá reiniciar as entregas, o mais rapidamente possível, para que as fábricas afetadas possam voltar à normalidade, disse a Volkswagen em comunicado citado pela Bloomberg.

A maior fabricante europeia de automóveis suspendeu o trabalho em seis fábricas em toda a Alemanha, afetando cerca de 28.000 trabalhadores, depois de duas subsidiárias da Prevent, sedeada em Sarajevo, ter dado um passo sem precedentes e reter as entregas de componentes devido a uma disputa contratual.

Isto numa altura em que a marca alemã ainda continua a tentar voltar à tona de água e conter custos depois do impacto que o escândalo das emissões teve nas contas da empresa.