Os supercomputadores da NASA captaram os efeitos do dióxido de carbono sobre o hemisfério norte ao longo de um ano e reuniram as imagens em apenas três minutos. As imagens mostram a evolução da nuvem de CO2, ao longo de um ano, na América do Norte, na Europa e na Ásia.



As imagens são sobretudo um alerta para os efeitos das alterações climáticas e da atividade humana no clima. O planeta Terra não é capaz de absorver nem metade das emissões de CO2 e este permanece na atmosfera, contribuindo para o aumento das temperaturas globais a longo prazo.

O vídeo refere-se ao ano de 2006 e mostra claramente a «nuvem» de CO2 a cobrirem o hemisfério norte durante o inverno e a reduzirem na primavera, quando aumentam os efeitos da fotossíntese na região. As imagens mostram também claramente as diferenças entre os níveis de CO2 verificados no hemisfério norte, densamente povoado e industrializado, e o hemisfério sul, muito menos industrializado.