O incêndio que lavra desde domingo no concelho de Mangualde mantém, ao final da tarde desta terça-feira, uma frente ativa, combatida por perto de 400 bombeiros, informou uma fonte da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

De acordo com a fonte, as chamas continuam a lavrar em Póvoa de Cervães, encontrando-se no terreno, às 19:30, 395 operacionais, apoiados por 104 meios terrestres e dois meios aéreos.

Por volta das 17:00, o presidente da Câmara de Mangualde, João Azevedo, informou que continuava por controlar cerca de 20% do incêndio, sendo que cerca de 80% do território atingido pelas chamas estava em rescaldo.

Sobre a área afetada, o autarca estimou que já tenham ardido "mais de 3 mil hectares de terreno".

É uma situação muito complicada. Após o encerramento deste trágico incêndio vamos preparar uma comissão de avaliação dos danos causados, para que as pessoas sejam permanentemente acompanhadas e possam resolver algumas situações que estejam dentro do enquadramento legal, através de janelas de oportunidade que, naturalmente, o Estado vai ter de criar", concluiu.