Um homem detido pela presumível prática de vários crimes de roubo e sequestro, sob ameaça de arma, ocorridos no passado mês de setembro na zona de Aveiro, vai aguardar julgamento em prisão preventiva, informou fonte policial esta sexta-feira.

O suspeito, de 27 anos, foi detido na quarta-feira pela Polícia Judiciária (PJ) de Aveiro e, no dia seguinte, foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação mais gravosa.

Num comunicado, a PJ refere que o detido abordava as vítimas durante a madrugada quando as mesmas se encontravam a abastecer as suas viaturas em postos de abastecimento já encerrados, mas com as bombas em funcionamento automático.

Sob a ameaça de arma constrangia as mesmas a deslocarem-se nas suas viaturas a caixas multibanco aonde eram efetuados levantamentos, após o que eram também despojadas de todos os bens de valor que possuíssem e abandonadas com a sua viatura em local ermo", refere o comunicado.

Os investigadores suspeitam ainda que o detido seja também autor de outros roubos a transeuntes que circulavam apeados na cidade durante a madrugada e também a postos de abastecimento antes do fecho dos mesmos.

No passado dia 29 de setembro, a PJ realizou uma operação policial na área da zona industrial da Taboeira, em Aveiro, para tentar, sem sucesso, localizar o suspeito.

Esta operação, que contou com a colaboração da GNR de Aveiro, consistiu na realização de mais de uma dezena de buscas domiciliárias e permitiu a apreensão de diversos objetos subtraídos nos roubos em investigação.

Na mesma ocasião, foi ainda apreendida uma pistola, tendo sido detido o seu proprietário por posse ilegal da mesma.