A economia portuguesa fechou o ano de 2014 a crescer 0,9%, segundo a estimativa rápida do INE, divulgada esta sexta-feira.

Conforme se lê no comunicado, «para o conjunto do ano 2014, o PIB registou um aumento de 0,9% em volume, após uma diminuição de 1,4% em 2013, em resultado da recuperação da procura interna».

Note-se que esta melhoria do PIB fica ligeiramente abaixo da previsão do Governo e da Comissão Europeia, que tinham uma estimativa de crescimento de 1%.

Economia desacelera na reta final do ano

No que se refere ao último trimestre do ano passado, o PIB português cresceu 0,7% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

No terceiro trimestre, o crescimento homólogo do PIB tinha sido de 1,1%. 

Segundo o INE, o desempenho nos últimos três meses do ano justifica-se «pelo contributo menos positivo da procura interna comparativamente com o verificado no trimestre anterior, refletindo a desaceleração do consumo privado»

Face ao trimestre anterior, o PIB aumentou 0,5% em termos reais, «traduzindo o contributo positivo da procura externa líquida».