“Os refugiados e os migrantes que passam pelos Balcãs são expostos a abusos violentos (…) por parte das autoridades e dos criminosos locais, e foram vergonhosamente abandonados pela União Europeia e pela sua política migratória, que os deixa sem proteção na Sérvia e na Macedónia”, afirma o relatório.