Wall Street «acordou» em queda. As negociações fazem-se a esta hora com uma queda superior 1%. O desempenho é provocado pela descida acentuada das empresas do setor da energia, em especial as cotadas petrolíferas e pela instabilidade na Grécia.

 
Os mercados estão a cair «pressionados pela descida do preço do petróleo», revelou o presidente do LibertyView Capital Management, Rick Meckler, citado pela Reuters. Esta desvalorização representa a quarta sessão consecutiva de perdas.
 
A situação grega sente-se no cenário internacional. A possibilidade da Grécia poder vir a sair da zona euro está a preocupar os investidores, numa altura em que cresce a expectativa em torno do programa de compra de dívida soberana, por parte do BCE. O índice grego segue com a maior queda.
 
Em Portugal, o índice de referência (PSI20) seguia com uma queda de 3%, penalizado pelas empresas do setor energético como a Galp e EDP. Com a maior queda do índice seguia a Mota Engil (7%).