O relatório final apresentado esta terça-feira na comissão especial do Senado (câmara alta paramentar) do Brasil, sobre o processo de destituição ('impeachment') da Presidente com mandato suspenso Dilma Rousseff, dá parecer favorável à continuidade do processo.

Segundo o texto, escrito pelo senador Antonio Anastasia, do Partido Social Democrata Brasileiro (PSDB), relator do processo de impeachment, os fatos levantados pela denúncia seriam suficientes para levar a chefe de Estado a um julgamento final, que deve acontecer no plenário do Senado.

A gravidade dos fatos constatados não deixa dúvidas quanto à existência não de meras formalidades contábeis, mas de um autêntico atentado à Constituição", lê-se no parecer já disponibilizado na Internet.