O filme «Os Maias», de João Botelho, foi selecionado para o nono Festival Internacional de Cinema de Roma, que começa no dia 16 e cuja programação foi anunciada esta semana.

A longa-metragem de João Botelho, que cumprirá em Roma a estreia europeia, é a única produção portuguesa a integrar a edição deste ano do festival, na secção «Cinema d'Oggi».

«Os Maias», adaptação para cinema do romance homónimo de Eça de Queirós, teve estreia comercial em Portugal em setembro, seguindo agora por alguns festivais internacionais.

Além dos já anunciados Festival do Rio de Janeiro e de Roma, segundo a produtora Ar de Filmes, o filme de João Botelho estará também em outubro na Mostra de Cinema de São Paulo, cuja programação integral não foi ainda divulgada.

Além de «Os Maias», no festival de Roma foram também selecionadas as produções brasileiras «Já visto jamais visto», de Andrea Tonacci, «Ato, atalho e vento», de Marcelo Masagão, e «Quando eu era vivo», de Marco Dutra, além de «Nightcrawler», de Dan Gilroy, «Gone girl», de David Fincher, e «Trash», de Stephen Daldry.

«The Knick», a série televisiva realizada por Steven Soderbergh, «Scobar: Paradise Lost», de Anddre di Stefano, com Benicio del Toro no papel do narcotraficante colombiano, e «Soul Boys of the Western World», documentário sobre o grupo britânico Spandau Ballet, também integram a programação.

O Festival Internacional de Cinema de Roma decorrerá de 16 a 25 de outubro.