A Liberdade é o assunto central do terceiro encontro «Presente no Futuro», que convidou mais de 50 oradores nacionais e internacionais para o debate, esta sexta e sábado, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

«À procura da Liberdade» é o tema geral do encontro, promovido pela Fundação Francisco Manuel dos Santos, que traz a Portugal pensadores influentes da atualidade, como o filósofo francês Gilles Lipovetsky.

«O que é a liberdade? Seremos livres? A liberdade tem futuro?» são algumas das perguntas orientadoras do encontro, comissariado pelo ex-presidente da Assembleia da República Jaime Gama.

Organizado em três pilares centrais - a ideia de Liberdade, a Liberdade em Portugal e o futuro da Liberdade -, o debate pretende gerar “uma cidadania mais informada, crítica e vigilante», no fundo «mais livre», realça a organização.

«A liberdade é um valor essencial do espaço público democrático. Mas é também um conceito contestado, cujo sentido e alcance são objeto de um debate intenso e perene», destaca a Fundação Francisco Manuel dos Santos, para justificar a escolha do tema.

A conferência de abertura, marcada para as 09:15, caberá a Michael Ignatieff, professor e escritor canadiano, doutorado em História.

Entre os convidados estrangeiros contam-se também o neozelandês Jeremy Waldron, professor universitário na Faculdade de Direito da Universidade de Nova Iorque, a turca Seyla Benhabib, professora de Ciência Política e Filosofia na Universidade de Yale e autora de dezenas de livros; e o brasileiro Roberto Mangabeira Unger, teórico social e professor na Universidade de Harvard, que foi ministro de Assuntos Estratégicos do governo de Lula da Silva, entre 2007 e 2009.

No sábado, às 15:05, o romancista turco Orhan Pamuk vai falar sobre as «linhas com que se escreve a liberdade».

Entre os oradores portugueses contam-se os filósofos Eduardo Lourenço e José Gil, o teólogo frei Bento Domingues, a ex-ministra da Educação Maria de Lurdes Rodrigues, o constitucionalista Vital Moreira, a cientista Maria Mota, as escritoras Dulce Maria Cardoso e Luísa Costa Gomes, a artista Joana Vasconcelos e os músicos Nástio Mosquito, Mitó Mendes e Aline Frazão.