A atividade económica francesa estagnou no segundo trimestre, depois de um crescimento encorajador de 0,7% do Produto Interno Bruto registado entre janeiro e março, segundo dados provisórios divulgados esta sexta-feira.

Segundo o instituto de estatísticas francês, o investimento das empresas abrandou no segundo trimestre (cresceu 0,2%, depois de um crescimento de 0,6% no primeiro trimestre), enquanto o consumo nos lares desacelerou (subiu 0,1% no segundo trimestre, depois de um aumento de 0,9% no primeiro).

O ministro das Finanças francês, Michel Sapin, disse que a segunda maior economia da zona euro estava num caminho para apresentar, no final do ano, um crescimento global de 1% em relação a 2014.