Partilhar
Ricardo Salgado pede defesa com «igualdade de armas»

Em comunicado, o ex-presidente do banco pede contraditório sobre as investigações a decorrer.Salgado refere que «manterá o comportamento de não interferir ou condicionar o trabalho da Comissão Parlamentar de Inquérito ou quaisquer procedimentos de averiguação que estejam em curso». Segundo as conclusões da auditoria feita pela Delloite às contas do GES e pedida pelo supervisor, a conta que serviria para reembolsar os clientes do papel comercial do retalho, serviu para tudo…menos para isso.