Partilhar
IRS: volta a dedução das despesas de educação

Até 2017, os contribuintes, com filhos ou não, vão poder optar pelo regime que lhes for mais favorável: o novo regime do imposto, ou outro que, na sua maioria, é o que vigorou até aqui. O Governo recuou e considera as despesas de educação em separado, mas muda a forma de cálculo