Uma consultora revelou que a Galp tem 400 trabalhadores a mais, mas apesar dos números o CEO da petrolífera já avisou os funcionários que não é preciso despedir, antes trabalhar mais.

Galp tem 400 trabalhadores a mais, mas não vai despedir

Galp: consumo de gasolina caiu em 2008

Comentando a notícia avançada em exclusivo pela Agência Financeira, Ferreira de Oliveira escusou-se a comentar a informação, apenas garantindo que não irá despedir.

À saída da conferência de apresentação de resultados da Galp, que decorreu esta quarta-feira, Ferreira de Oliveira garantiu que não há «planos de despedimento este ano», uma informação que a Agência Financeira tinha já adiantado.