A Sociedade Portuguesa de Matemática (SPM) afirmou que os resultados do exame de Matemática A do 12.º ano estão de acordo com o expectável na primeira fase, devido ao grau de dificuldade da prova.

Para a SPM, a descida na média das classificações não é “estatisticamente significativa” e está alinhada com a constatação feita pela sociedade em junho sobre o nível de dificuldade do exame ter subido ligeiramente, face ao ano letivo anterior.

A SPM sublinha mesmo uma subida de 1,4 valores relativamente à média de classificações da prova correspondente em 2014.

A estrutura defende a importância de se manter a estabilidade nos programas e metas, bem como nas avaliações externas, incorporando de ano para ano o que, de acordo com as metas curriculares, se espera dos estudantes.

As taxas de reprovação aumentaram a Português e Matemática A (ciências), de acordo com os resultados dos exames do ensino secundário, hoje divulgados pelo Ministério da Educação relativos à primeira fase.

As reprovações a Matemática A atingiram os 15%, contra 11% no ano passado, e a Português situaram-se em 7% (6% em 2015) para os alunos internos, segundo os dados do Júri Nacional de Exames.

As médias continuam positivas, mas em valores inferiores ao ano anterior. No exame de Português, a média passou de 11 valores no ano passado para 10,8 este ano, mantendo-se a Classificação Interna Final em 13,4.

No caso de Matemática A, a média do exame baixou de 12 para 11,2. A CIF, pelo contrário, subiu de 13,6 para 13,8 valores.