Alberto João Jardim apelou, este domingo, aos açorianos e aos madeirenses para que castiguem o cabeça-de-lista do PS às eleições europeias, Vital Moreira, informa a Lusa.

«Eu tenho que fazer um alerta a todos os madeirense e açorianos» já que «se trata de um dos maiores inimigos da autonomia política» das regiões, declarou o governante à chegada à Madeira.

O chefe do governo madeirense acrescentou que «toda a gente se recorda daquilo que o senhor Vital tem dito sobre as autonomias, quer quando era activista do PCP, quer depois, quando fugiu do PCP após a queda do Muro de Berlim e se passou para o PS, onde continua a ser um forte opositor das autonomias insulares».

Alberto João Jardim considerou ainda «esquisito» a escolha do PS porque, explicou, «é um indivíduo que não vai buscar votos à esquerda porque as organizações comunistas (PCP e BE) não esquecem quem abandonou o barco na hora difícil, e, por outro lado, não vai buscar votos à direita do PS pois toda agente sabe o que aquela casa gasta».

«Eu acho o candidato Vital tão mau, tão mau, que qualquer pessoa do PSD serve para lhe fazer frente», concluiu.