Um estudo da Comissão Económica para América Latina e Caribe (Cepal) apresentado esta segunda-feira na ONU indica que os índios estão em perigo de desaparecimento físico ou cultural no Brasil.

O estudo mostrou ainda que a população indígena representa apenas 0,5% da população brasileira (896 mil pessoas divididas em 305 povos), considerando que é prioritário dar atenção à fragilidade dos índios na América Latina.

Os números foram divulgados pela Rádio ONU após a sua apresentação na Conferência Mundial sobre Povos Indígenas, em Nova Iorque.