A indústria musical espanhola vai fazer de quarta-feira um “Dia Sem Música” em protesto pela redução do IVA de 21 por cento aplicado ao seu setor para 04%, valor prévio ao aumento de setembro de 2012.

O movimento apela a que no dia 20 de maio não se realizem concertos, e pede que em todo o país não se ouça nem transmita música tanto em público como em privado.

A ação de protesto inclui ainda uma manifestação em Madrid, posterior à entrega de um documento no congresso dos deputados. Segundo a Associação de Promotores Musicais (APM), a principal promotora da convocatória, o mesmo documento já terá sido assinado por cerca de 215.000 pessoas, 170 empresas e pelos partidos da oposição com assento parlamentar.