A economia espanhola abrandou a sua contração no segundo trimestre do ano, com o PIB a cair 0,1% face ao trimestre anterior e 1,6% face ao período homólogo em 2012, informou esta quinta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

O recuo no segundo trimestre é três décimas melhor que o verificado nos primeiros três meses do ano, quando o Produto Interno Bruto caiu 0,4% relativamente ao último trimestre de 2012.

Apesar da melhoria, a economia espanhola acumula nove trimestres de queda, tendo o Governo antecipado que as primeiras taxas positivas do PIB devem ocorrer na segunda metade do ano.

A verificar-se esse crescimento no segundo semestre, a Espanha poderá sair tecnicamente da recessão económica depois de dois anos.