A multinacional portuguesa Tekever lidera um consórcio europeu que vai desenvolver um projeto para melhorar as comunicações entre satélites, e destes para a Terra, num investimento comunitário de um milhão de euros, informou um dos administradores.

O projeto, «Screen - Space Cognitive Radio for Electromagnetic Environment maNagement», baseia-se numa tecnologia já usada em comunicações terrestres móveis, como os telemóveis - o SDR (Software Defined Radio) - e incorpora uma outra, o Sistema de Rádio Cognitivo, suporte para o uso eficiente do espetro eletromagnético, e já utilizada nos rádios de militares, no estrangeiro.

O «Screen», a desenvolver num prazo de dois anos, permitirá «avançar na comunicação» entre satélites, e dos satélites para a Terra, «diminuindo as interferências», ao socorrer-se de uma tecnologia que indica, automaticamente, «que frequências estão mais disponíveis, para as usar melhor», disse à Lusa um dos administradores da Tekever, Ricardo Mendes.