As vendas no comércio a retalho cresceram em julho, na zona euro, 2,9% face ao mês homólogo de 2015 e 1,1% na comparação com junho, tendo Portugal registado a segunda maior subida mensal (1,8%), divulga hoje o Eurostat.

Também no conjunto dos 28 Estados-membros da União Europeia (UE), o volume das vendas a retalho aumentou em julho: 3,5% em termos homólogos e 1,0% face a junho.

Na variação em cadeia, o Luxemburgo foi o país ondes as vendas a retalho mais aumentaram (2,3%), seguindo-se Portugal (1,8%) e a Alemanha (1,7%), enquanto as quebras mais significativas foram registadas na Eslováquia (-1,1%), na Suécia (-0,8%) e na Dinamarca (-0,7%).