A produção industrial em Portugal em dezembro foi a que mais subiu na União Europeia (UE) em termos homólogos e a terceira maior em termos mensais, segundo dados divulgados esta quarta-feira pelo Eurostat.

Na comparação anual, com dezembro de 2012, o Eurostat assinala que a produção industrial cresceu 0,5% na zona euro e 0,9% nos 28, tendo Portugal tido o maior crescimento, com um crescimento de 7,1%.

Em termos mensais, o indicador recuou 0,7% na zona euro e na União Europeia (UE) em dezembro de 2013, face a novembro, com Portugal a registar a terceira maior subida (0,7%), segundo dados do gabinete oficial de estatísticas da UE.

Ainda face a novembro, o indicador registou subidas em quatro Estados-membros: Eslovénia (2,7%), Grécia (2,6%), Portugal (0,7%) e Reino Unido (0,4%).

Por outro lado, 19 países registaram quebras na produção industrial - de novembro para dezembro de 2013 - tendo as maiores sido assinaladas na Estónia (-5,7%), na Suécia (-2,7%), na Holanda (-2,6%) e na Croácia (-2,4%).

Na comparação homóloga, o Eurostat destaca que o indicador aumentou em 10 Estados-membros e caiu noutros 13.

Os maiores crescimentos registaram-se em Portugal (7,1%), na Roménia (7,0%), na República Checa (6,7%) e na Eslovénia (5,2%), enquanto as principais quebras se verificaram em Malta (-7,3%), na Irlanda (6,7%), na Estónia (-6,4%) e na Finlândia (-4,8%).