O ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, considerou normal a situação política em Portugal, típica de uma democracia, e afirmou-se "completamente convicto" de que o país prosseguirá o caminho "bem sucedido" que percorreu nos últimos anos.

À entrada para uma reunião de ministros das Finanças da zona euro, esta segunda-feira, em Bruxelas, Schäuble, questionado sobre a situação política em Portugal, comentou que "a vida é sempre cheia de incertezas, e essa é a beleza da vida", para desvalorizar a anunciada mudança de Governo, observando que tal faz parte do processo democrático.

"Portugal não é diferente de outras democracias na União Europeia. Há eleições e depois os governos são formados. Portugal foi tão bem sucedido ao longo dos últimos anos, que estou completamente convencido de que prosseguirá este caminho de sucesso", declarou.


A reunião de hoje do Eurogrupo coincide com o início da apresentação do programa de Governo na Assembleia da República, razão pela qual Portugal está representado na reunião pela secretária de Estado do Tesouro, Isabel Castelo Branco.

Os partidos de esquerda que formam uma maioria na assembleia, encabeçados pelo PS, já anunciaram que irão reprovar o novo Governo PSD/CDS numa votação agendada para terça-feira, o que significa a queda do executivo.