A West Sea comprou, esta segunda-feira, entre 60 a 70 mil euros de diverso material em cinco leilões realizados nos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC).

À Lusa Vítor Figueiredo, da West Sea sustentou que os gastos foram em «material das oficinas de encanamento, mecânica e eletricidade».

Os procedimentos representaram um encaixe financeiro para os ENVC superior a 100 mil euros, adiantou à Lusa o presidente do júri destes procedimentos.

A concretizar-se a venda, pelo menos ao preço base definido pela administração dos ENVC, só o total do material à venda nos cinco leilões poderia ter representado um encaixe financeiro de mais de 387 mil euros.

A West Sea tem participado em vários dos leilões que a administração dos ENVC tem vindo a realizar no âmbito do processo de encerramento dos estaleiros públicos e da subconcessão dos terrenos e infraestruturas ao grupo privado Martifer, assumida em maio.

De acordo com Vítor Figueiredo o objetivo da West Sea passa por adquirir equipamentos que «são úteis para o trabalho que queremos desenvolver aqui nos estaleiros. Havendo esta oportunidade de os comprar aqui em leilão estamos a optar por essa possibilidade. O que não conseguimos comprar temos que arranjar solução no mercado», explicou.

A administração dos ENVC está ainda a proceder à venda de material móvel da empresa - no total cerca de 20 mil itens - que ficou fora do concurso da subconcessão. Esse procedimento está a ser assegurado por cerca de 40 trabalhadores dos ENVC, ainda em processo de liquidação.