Mais um dos leilões de beneficência que permita almoçar com o guru dos mercados financeiros, Warren Buffett teve uma licitação final de 3,1 milhões de euros de fã anónimo do bilionário., atingindo o valor arrecadado em 2012, noticiou o The Wall Street Journal.

Incluindo o evento deste ano, já foi possível arrecadar cerca de 20 milhões de euros, desde 2000, para a Glide, uma associação de beneficência de São Francisco que trabalha com sem abrigo e famílias carenciadas. Buffett teve conhecimento da Glide através da mulher, Susie Buffett, que foi voluntária na associação e concebeu a ideia dos leilões. Susie morreu em 2004 mas o projeto continuou.

Tal como no ano passado o licitador vencedor pode convidar até sete amigos para jantarem com o magnata norte-americano no Smith & Wollensky, em Nova Iorque. Buffett tem dito que, geralmente, passa três a quarto horas com o vencedor, mas está disponível para que a conversa dure o tempo que o vencedor entender.

O primeiro leilão tinha conseguido angariar cerca de 22 mil euros mas, desde 2008, os licitadores pagam sempre acima de um milhão de euros. O oneBay, que é responsável pelos leilões, tem autorização para convidar seguidores de Buffett em todo o mundo a participarem. No ano passado, uma empresa chinesa de jogos foi a vencedora, ao oferecer  dois milhões, o que reflete o crescente aumento da popularidade de Buffett na China

Nos últimos anos, centenas de investidores chineses têm visitado Omaha para participarem na reunião anual da empresa de Buffett, a Berkshire Hathaway.

O fundo da Glide dá apoio a vários programas. Segundo o The Wall Street Journal, os números revelados falam de cerca 750 mil refeições bem como apoio à habitação, aconselhamento jurídico, apoio pós período escolar, abrigos de emergência entre outro tipo de assistência a milhares de pessoas na área de Bay.

O leilão deste ano abriu com uma base de licitação de 22 mil euros. Só houve quatro licitadores.

Dos vencedores anteriores, o gestor de fundos David Einhorn,que pagou  222 mil euros para jantar com Buffet em 2003, acabou por doar mais 25 mil euros depois do leilão estar fechado, disse fonte oficial da Glide ao The Wall Street Journal. Guy Spier, que pagou 577,6 mil euros com mais dois amigos em 2007, escreveu um livro sobre como as dicas que recebeu de Buffett, durante o almoço, o ajudaram no seu percurso como banqueiro em Wall Street.

No entanto, só um dos doadores conseguiu transformar o seu almoço num emprego com Buffett. O gestor de fundos Ted Weschler gastou mais de 4,4 milhões para almoçar com o multimilionário em 2011 e 2012. Mais tarde, Buffett contratou-o como um dos seus dois gestores de investimentos na Berkshire.