Apesar de a maioria das autarquias ter diminuído ou mantido a taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis, grande parte dos proprietários vai mesmo pagar mais. Segundo o Jornal de Negócios, a razão prende-se com o facto de a atualização dos imóveis ter feito aumentar o Valor Patrimonial Tributário.

O ano de 2014 vai ser o último ano de salvaguarda já que a oposição propôs o seu alargamento para 2015 e o Governo foi irredutível. Mantêm-se apenas em vigor as salvaguardas para pessoas com baixos rendimentos e prédios de VPT reduzido e para proprietários de rendas baixas.