A companhia aérea Ryanair anunciou hoje que assinou com a Ver.di um acordo de reconhecimento sindical para os tripulantes de cabine da Ryanair com base na Alemanha.

A Ryanair assinou o seu terceiro acordo de reconhecimento sindical para os tripulantes de cabine com a Ver.di, [que será] doravante a entidade que representa todos os tripulantes de cabine empregados diretamente pela Ryanair na Alemanha”, disse, em comunicado, a companhia irlandesa.

Segundo a empresa, o acordo surge no seguimento de “extensas negociações” com a Ver.di, cobrindo o mercado alemão.

A Ryanair referiu ainda que está “desejosa” de iniciar os trabalhos com o sindicato, de forma a concluir um Contrato Coletivo de Trabalho (CCT) para os trabalhadores, com base na Alemanha, diretamente empregados pela companhia.

Este é mais um sinal do progresso que a Ryanair tem vindo a levar a cabo com os sindicatos desde a decisão de dezembro de 2017 de reconhecer sindicatos, sendo que mais de 60% dos nossos tripulantes já estão cobertos por acordos de reconhecimento sindical”, disse, em comunicado, o responsável pelos recursos humanos da Ryanair, Eddie Wilson.

Apesar de não adiantar mais pormenores, o responsável disse que espera vir a anunciar “mais acordos durante as próximas semanas nos países onde os sindicatos têm abordado estas negociações”.

Este acordo segue-se ao reconhecimento sindical da Ryanair com a ANPAC/ANPAV em Itália e ao do Reino Unido com o sindicato UNITE.