A Autoeuropa é o centro da investigação da Procuradoria-Geral da República sobre o grupo Volkswagen em Portugal. Da fábrica de Palmela saíram milhares de veículos a gasóleo que tinham dispositivos para manipular as emissões.

Fonte da PGR avançou ao jornal económico "Dinheiro Vivo" que foram recolhidos elementos na empresa de Palmela, com vista à instauração de um inquérito.

Para já, não são conhecidos de forma oficial os crimes pelos quais a Volkswagen pode ser suspeita em Portugal, mas há especialistas que indicam que estão em causa os crimes de poluição e burla.

A Autoeuropa recusou fazer comentários à investigação.

Portugal junta-se, assim, aos Estados Unidos, China, Alemanha, Espanha e França, países que também estão a investigar a Volkswagen