O fabricante de veículos de luxo Audi anunciou esta segunda-feira que, entre janeiro e setembro, obteve um lucro líquido de 3.284 milhões de euros, menos 4,6% do que no mesmo período do ano anterior.

A marca pertencente ao grupo Volkswagen, a braços com o escândalo das emissões poluentes, justifica a queda de lucros com os fortes investimentos em novos modelos e tecnologias.

Recorde-se que o escândalo que afetou as marcas do grupo Volkswagen - VW, Audi, Seat e Skoda - rebentou a 18 de setembro, o que quer dizer que os resultados apresentados esta segunda-feira abrangem apenas os últimos dias de setembro, não sendo ainda possível verificar o impacto da manipulação de emissões poluentes na marca alemã, refere a Lusa.