A Autoeuropa vai contratar mais 400 trabalhadores no próximo ano para continuar a produzir o novo T-Roc. Este novo modelo já está à venda na Alemanha desde o início do mês e chega aos stands portugueses amanhã, sexta-feira. 

Ao todo, a produção do novo T-Toc vai levar a fábrica de Palmela a criar 2.500 novos postos de trabalho, elevando para 5.800 o número de funcionários.

A Autoeuropa já tinha recrutado 2.120 funcionários desde o início deste ano, pelo que as 400 contratações que se avizinham vêm somar-se a essas.

Se o novo horário de trabalho acordado entre trabalhadores e empresa for aprovado (pré-acordo já há) também os fornecedores da Autoeuropa serão forçados a admitir mais trabalhadores, para conseguirem corresponder ao acréscimo de trabalho, como explicou a Comissão de Trabalhadores da empresa ao JN e DN/Dinheiro Vivo.

A proposta de horário é hoje apresentada em plenário e prevê um sistema de rotatividade ao fim-de-semana. Na prática, os funcionários estarão 5 dias por semana na fábrica, com direito a duas folgas consecuivas.

Se o documento receber luz verde por parte dos trabalhadores, a partir de 20 de agosto a fábrica passa a funcionar todos os dias.

Para o próximo ano, prevê-se o fabrico de um total de 240 mil automóveis na Autoeuropa.

Diariamente, saem 860 veículos da fábrica de Palmela, algo inédito em mais 20 anos de laboração.