O vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE), Vítor Constâncio, garantiu esta segunda-feira em Londres que a entidade vai continuar a desenvolver todos os esforços de forma a conseguir atingir um nível de inflação de 2% na zona euro.

"O BCE vai continuar a fazer o que for necessário para alcançar a sua meta de atingir um nível de inflação de 2% e há várias ferramentas que ainda podem ser usadas", afirmou o responsável durante uma conferência em Londres, citado pela agência Bloomberg.

Vítor Constâncio realçou que a subida dos preços do petróleo vai contribuir para alcançar o objetivo, sublinhando que é necessário "dar algum tempo" para que o pacote de medidas adotadas pelo BCE em março produzam efeitos.

O vice-presidente do BCE assinalou a necessidade de "outros atores" complementarem a política de Frankfurt, implementando medidas que impulsionem a produtividade e políticas fiscais amigas do crescimento, ao mesmo tempo que se finaliza a união bancária e dos mercados de capitais.

E destacou: "Na zona euro, o conjunto de indicadores apontam para a continuação de uma recuperação moderada, mas ainda sujeita a fragilidades".