As exportações de vinho cresceram 4,5 por cento nos primeiros nove meses deste ano superando os 500 milhões de euros. Os dados são do Instituto da Vinha e do Vinho, que referiu, em comunicado, que o terceiro trimestre do ano foi o mais favorável do ano, com um crescimento de 7,4 por cento, impulsionado pelas exportações extra-comunitárias.

O maior volume de exportações é para países da União Europeia. Situa-se nos 55 por cento. As exportações para países extra-comunitários ficam com os outros 45 por cento do valor.