José Sócrates contou aos eurodeputados que estão a investigar o trabalho da troika que foi pressionado por Durão Barroso para endurecer o plano de austeridade que iria ser apresentado aos credores.

A revelação foi feita esta quarta-feira, durante uma conferência de imprensa no Parlamento Europeu.

«Nós encontramo-nos com o antigo primeiro-ministro português, José Sócrates, que nos explicou como, no seio da troika, o senhor Barroso o pressionou - depois do chumbo do primeiro plano (PEC IV) no parlamento português - como o senhor Barroso o pressionou para endurecer o plano de austeridade, que teria de ser aprovado para obter a assistência da troika», contou Liem Hoang Ngoc, eurodeputado da comissão de avaliação da troika.