O valor do Salário Mínimo Nacional voltou a ser alvo de polémica. Desta vez, é o economista João César das Neves quem fez declarações controversas.

O professor da Universidade Católica e um dos comentadores mais requisitados pelos órgãos de comunicação social foi contra as ideias dos parceiros sociais e da Organização Mundial do Trabalho ao atacar o eventual aumento do salário mínimo.

«Aumentar salário mínimo é estragar a vida aos pobres», afirmou este domingo, em entrevista à TSF.

Quanto à emigração, o economista acredita que se transformou numa válvula de escape para pessoas altamente qualificadas sem emprego em Portugal.



César das Neves é ainda claro no que diz respeito ao Tribunal Constitucional, considerando que tem funcionado mal em termos jurídicos.

O professor defendeu ainda que a economia portuguesa tem apresentado alguns sinais positivos, mas que por enquanto não se vê nada.