A Pepsi Cola anunciou esta sexta-feira que suspendeu temporariamente a atividade de uma das suas fábricas na Venezuela, porque o seu fornecedor também está paralisado por não dispor de matéria-prima para fabricar as tampas para os seus produtos.

"Ao pararem os nossos fornecedores também pararam as nossas fábricas. Não lhes foram aprovados os dólares para poderem importar a matéria-prima e se eles não podem produzir nós muito menos", disse o porta-voz da empresa, Argenis Peraza.


Segundo o mesmo responsável, foi paralisada a atividade da unidade situada no estado de Carabobo, no centro do país, mas, em breve, estarão na mesma situação as fábricas da Pepsi Cola em Anzoátegui e Caucágua, ambas a leste de Caracas.