Os mercados estiveram muito voláteis nesta quinta-feira, por causa dos avanços e recuos das negociações de um acordo com a Grécia para a extensão do programa de resgate. Quando o Eurogrupo terminou sem acordo, a bolsa de Atenas já tinha encerrado com uma subida de 0,10%.

As restantes bolsas reagiram negativamente ao adiamento de uma decisão sobre o prolongamento da ajuda financeira à Grécia para o fim-de-semana. O adiantado da hora não permitiu, no entanto, que as bolsas afundassem. Madrid, por exemplo, caíu 0,14% e Paris apenas 0,07%.

A bolsa de Lisboa acompanhou a tendência europeia e caíu 0,73%, para 5.817,54 pontos.

Os destaques, pela negativa, foram para os títulos da Pharol, que recuaram 2,489%, para 0,4310 euros; Galpenergia, com uma desvalorização de 1,612%, para 10,9850 euros; Semapa, com uma queda de 1,633%, para 12,3450 euros e REN, cujas ações caíram 1,529%, para 2,6400 euros.