O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, afirmou esta quinta-feira que o objetivo da Grécia é permanecer na zona euro e mostrou-se otimista sobre as possibilidades de um acordo bem sucedido com a União Europeia (UE).

«Queremos fechar um acordo com a União Europeia que seja benéfico para a Europa e para nós. O objetivo do nosso governo é que a Grécia permaneça na zona euro», assegurou Tsipras, em Moscovo, citado pela agência EFE.


O chefe do governo grego acredita que o país vai ultrapassar a crise económica pela qual passa.

Esta manhã, e dentro do prazo previsto, a Grécia pagou a dívida de 450 ME ao Fundo Monetário Internacional. O mercado acionista e também o mercado secundário seguem animados com a notícia.

Problema das exportações solucionado

Tsipras afirmou que Moscovo e Atenas chegaram a uma solução para ultrapassar os problemas das exportações gregas à Rússia, afetadas pela proibição russa às importações de produtos frescos europeus em resposta às sanções da União Europeia pela política do Kremlin para a Ucrânia.

«Ontem falámos (em relação ao encontro que teve com Vladimir Putin) das medidas para fortalecer as exportações gregas à Rússia. Encontrámos um modo para superar os problemas neste campo», disse Tsipras.


Tsipras vai esta tarde reunir-se com Dmitri Medvedev.