Os 28 Estados-membros da União Europeia (UE) e o Parlamento Europeu chegaram, esta segunda-feira, a acordo sobre o Orçamento comunitário de 2014, novamente marcado pela austeridade, depois de mais de 15 horas de negociações.

«Foram umas negociações longas, mas valeu a pena: a presidência lituana alcançou um acordo com o Conselho da UE e o Parlamento Europeu sobre o orçamento comunitário de 2014 que favorece o crescimento, o emprego e a inovação», salientou a representação da Lituânia na sua conta da rede social Twitter.

O Conselho e o Parlamento Europeu deverão aprovar, formalmente, o acordo num prazo de 14 dias.

O comissário europeu do Orçamento, Janusz Lewandowski, titular adjunto da pasta das Finanças da Lituânia, Algimantas Rimkunas, e o chefe negociador do Parlamento Europeu, Alain Lamassoure, selaram o acordo brindando com champanhe, refere a agência Efe.

O orçamento acordado conta com uma dotação de 142.640 milhões de euros em compromissos e 135.505 milhões de euros em pagamentos, mais 414 milhões e 500 milhões de euros, respetivamente, face aos valores estabelecidos inicialmente como limite pelos Estados-membros.