A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) anunciou ter suspendido «por enquanto» o processo de adesão da Rússia e pretender reforçar a cooperação com a Ucrânia.

A OCDE adianta que, a pedido dos seus 34 membros, decidiu «adiar as atividades relacionadas com o processo de adesão» da Federação Russa «por enquanto».

Após uma reunião do seu conselho de gestão, na quarta-feira, os membros da OCDE acordaram ainda «responder positivamente ao pedido da Ucrânia para reforçar a cooperação OCDE-Ucrânia», indica a organização num comunicado.

Refere ainda que o secretário-geral informou a Federação Russa da decisão.

O anúncio ocorre três dias antes de os 1,5 milhões de eleitores da península ucraniana da Crimeia serem chamados às urnas para decidir sobre uma união com a Federação Russa.

A Rússia, que coopera com a OCDE desde 1992, pediu em 1996 oficialmente para se tornar membro da organização.

Os países da OCDE aprovaram o lançamento de negociações de adesão com a Rússia em 2007.

A OCDE trabalha para ajudar os governos a lutarem contra a pobreza, favorecendo o crescimento económico e a estabilidade financeira.